Amiga Chupa Esposa Enquanto Dá O Cu Para O Marido Dela

62 segs

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

visualizações

62 segs

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Amiga Chupa Esposa Enquanto Dá O Cu Para O Marido Dela

Amiga Chupa Esposa Enquanto Dá O Cu Para O Marido Dela

Nisso o outro rapaz me deitou sobre o corpo do outro e se preparou para me possuir pela frente. Quando Jéssica disse isso, meu pau saltou pra fora da sunga.

E ela enfiava o pau na boca e chupava com mais vontade.

dominada assim por nós a rola era tão grande que pau ficava imprensado na buceta de Joyce quase saindo, começamos então a estocar e a cada minuto metiamos com mais vontade, era um movimento sincronizado e firme acompanhado de gritos delicioso de Joyce com tesao, ela tentava fugir, mas a segurávamos e a mantínhamos ali, ela já enlouquecida depois de ser fodida por 2 por mais de 10 minutos finalmente se entrega e fica calminha gemendo deliciada, ali tinha certeza que tenho uma puta disposta a muitas aventuras, Gabriel e eu gozamos gostoso demais e como prometido enchemos a boca de Joyce com goza, ela não engoliu mas chupou o nosso pau até deixar bem limpinho.

O POLICIAL NEGÃO QUE ENQUADROU MINHA ESPOSAFalei: pode ficar despreocupada porque só vai acontecer aquilo que vc quiser e tiver prazer, é isso que tanto desejo.

Isso me incomoda muito! Cara, eu não tenho nada para fazer. Bonita e bem humorada ficou surpresa com meu pedido, pois achou que venderia cuecas e meias.

Levantei e dei uma olhada no aparelho que havia colocado meu chip Novo, meu número de trabalho.

Eu só queria sentar naquele pau gostoso enquanto ela mordia meus peitos e me beijava. Fiquei estremecido de tesão,meu pau estava latejando e melado,joguei minha camiseta no sofá enquanto Amanda deitou-se de bruços no sofá em que estava sentado com seu rosto na altura do meu pau,ela começou a passar a mão por cima da bermuda,fazia carícias em todo o pau,no saco e foi descendo as mãos pelas minhas pernas enquanto colocava a boca no meu amigão ainda por cima da bermuda,eu já estava louco de prazer e me contorcia no sofá. O chupava com maestria (ou pelo menos achava), fazendo movimentos de vai e vem, lambendo, massageando suas bolas, aproveitando para arranhar e beliscar sua virilha, enquanto Beto grunia sons indecifráveis.

Esqueci de dizer que ele morava sozinho.

Ele ficou mais nervoso ainda e disse que precisaria voltar ao trabalho. – Era seu marido?– Sim, ele vai demorar, parece que tem um pepino grosso pra ele descascar na obra.